domingo, 28 de fevereiro de 2010

Brasileiros no Chile 2

por Peter O'Sagae, diretamente do Chile


Tem lua cheia no céu, com sua impassível beleza. Só não há o mesmo brilho no olhar das pessoas que vão de um lado para outro no saguáo do hotel. Turistas, funcionários, congressistas, convidados e a equipe da organização e apoio do CILELIJ que bravamente nos guarda. Acompanhando as notícias que passam na televisão, certamente, cada um de nós sabe o quanto somos afortunados neste momento: estamos no Plaza San Francisco, bem no centro da capital chilena, abrigados entre suas paredes de concreto muito sólidas. Com o "temblor" da madrugada de sábado, os quadros saíram de lugar, outros objetos caíram no chão, azulejos soltaram-se no banheiro e surgiram umas poucas rachaduras no revestimento das paredes. Não é o mesmo o que acontece nos bairros mais afastados de Santiago; porém, sabemos bem pouco do que acontece ao redor da cidade. Nosso motorista contou que toda uma parede de sua casa desabou... A camareira, que mora uma hora distante daqui, deixou a filha de seis meses nos braços de seu marido para vir ajeitar os travesseiros e as cobertas dos visitantes.

Vivemos contrastes. Em relação ao que acontece na faixa litorânea, nas estradas e noutras localidades mais ao sul do país, não temos o que reclamar -- apesar da comida que racionalmente diminui, temos comida -- e água, suco, vinho e café. O próximo banho será inteiramente frio, mas podemos sentir ainda o frescor da água limpando nossa pele e a tensão que as horas acumulam. Estamos bem, sem dúvida, mas nem tanto, neste ambiente de ansiedade, de sentimentos deslocados e réplicas sentidas debaixo dos pés.

Além dos 10 convidados brasileiros da Fundação SM para o congresso, estão aqui Cláudia Mesquita, Maísa Kawata, Sergio Alves, Luiz Sposito, Maria Zélia Versiani Machado, Rosangela xxx e o "Alemão", marido da professora Tânia Roesing, além de novos amigos da Guatemala, Argetina, Colômbia, Cuba, Venezuela e outros países. Alguns têm partido em direção à Mendonza, na Argentina, pela auto-estrada que cruza os Andes. Executivos espanhóis telefonaram, informando que conseguiram deixar o Chile por este caminho. Hoje à noite, disse-me há pouco o ilustrador Istvansch, um grupo de convidados argentinos sairá daqui do hotel; amanhã, serão os demais companheiros. O Brasil nos parece tão longe!

Estamos cansados. Na última madrugada, alguns dormiram no saguão do hotel: Maria Zélia, Angela, Cláudia, Beth Serra, Luiz e eu. Tânia Roesing que chegara ao Chile apoiada em sua bengala, devido a um problema no joelho, tem subido as escadas até o quinto andar para buscar dormir. Angela-Lago está doente, depois de andar descalça e sem agasalho, em frente ao hotel, conosco, o tempo todo que permancecemos fora do prédio. Sylvia Puentes, autora e médica uruguaia, receitou-lhe antibióticos e descanso. Hoje (parece-me) todos estão em seus quartos.

Rezem daí para termos paciência e esperarmos o retorno solidariamente.


22 comentários:

  1. Muita luz pra voces!

    ResponderExcluir
  2. Muita luz pra voces!

    ResponderExcluir
  3. Muita luz pra voces!

    ResponderExcluir
  4. Repito o anônimo: "muita luz a todos vocês, amigos".
    Na torcida e nas preces,
    Renata

    ResponderExcluir
  5. querido, Peter, aqui no Brasil estamos em oração por vocês, tenho recebido e-mails de muita gente e todos estão torcendo por vocês. Muita luz, paz, fé e esperanças!!!
    beijos, Anna Claudia

    ResponderExcluir
  6. Peter, estamos em oração por vocês e fazendo o que está ao nosso alcance para que voltem o mais rápido possível.
    Tenha fé e certeza de que não estão sozinhos.
    Que Deus abençoe vocês.
    Muita paz em seu coração.
    Beijos,
    Flávia

    ResponderExcluir
  7. Peter, Luiz e todos!

    Daqui estamos torcendo muito por vocês, tenho encaminhado as mensagens para conhecidos meus da imprensa. Ontem Ana Maria Machado conseguiu falar com uma emissora de TV e deu por telefone um depoimento sobre as dificuldades que vocês enfrentam aí. Espero que o retorno seja breve. Contem comigo sempre!
    beijos.

    ResponderExcluir
  8. Oi, Peter,
    além da situação, seu texto me emocionou muito. Só mesmo um homem sensível e um poeta como você para descrever um texto tão bonito sobre essa tragédia. Isso é uma das funções mais nobres da arte: a capacidade de acalentar e de suavisar as feridas. Ainda bem que vocês estão entre artistas: poetas, escritores, ilustradores, professores e os demais que contribuem para melhorar esse mundo. Isso, tenho certeza, torna menos penoso o caminho.
    Afagos em todos.
    Georgina

    ResponderExcluir
  9. Querido Peter,

    Esperança e fé, sempre. Logo, logo, creio, vocês estarão de volta ao Brasil, renovados das boas energias que todos nós estamos direcionando a vocês.

    Na torcida por todo o melhor!


    beijos
    Hermes

    ResponderExcluir
  10. Força fé e serenidade. Vai dar tudo certo. Peter, Luiz, abrace todos por mim.
    Estou com pensamento positivo e firme em vocês.

    ResponderExcluir
  11. Queridos
    Vocês já sabem... nem preciso escrever. Estamos de "antenas" ligadas e a postos!
    beijos,
    ;o)

    ResponderExcluir
  12. Peter, Luis, Ana Maria,Sérgio Alves, Angela, Sylvia Puentes,Sara (escritora peruana, acho que está entre vocês)e todos e tantos,se depender de pensamento antenado em vocês, podem acreditar, já estariam de volta! Todos nós estamos aflitos aguardando a notícia do retorno.Encaminhei as notícias para a imprensa do Paraná também. Abraço enorme e carinho maior... Y hasta la vuelta!
    Gloria Kirinus

    ResponderExcluir
  13. Entonces,Peter-Piter,tentei contacto com amigos que moraram por aih pra conferir se a saida até Mendoza era viável e segura(conforme notíciado pela imprensa)
    mas desaconselharam completamente...vcs ligaram pra guria que a Ligia passou o telefone?Uma brasileira residente que poderia dar algumas informações.Enfim,espero que vcs estejam recebendo ajuda pra aguentar as emoções até voltarem para suas casas.bjs geraes

    ResponderExcluir
  14. Que bom que já estão por aqui!
    ;o)

    ResponderExcluir
  15. Peter,

    Estive viajando e logo ao retornar tomei conhecimento da situação no Chile. Tenho amigos antigos em Santiago. Apenas ontem conseguimos contato com eles. Hoje buscarei novas informações sobre as possibilidades de retorno ao Brasil. Incluindo sobre as condições da estrada pela Argentina, via Mendoza. Me aguarde. Vou investigar.

    Um abraço,

    Mauricio Negro

    ResponderExcluir
  16. Caros amigos,
    Quero avisá-los que Peter, Luiz e todos que estavam no grupo retornaram esta madrugada em avião da FAB. Todos passam bem.
    Com abraços (e alívio),
    Renata

    ResponderExcluir
  17. Ah, que notícia boa!! Realmente, é um alívio...

    ResponderExcluir
  18. Oh! Graças senhor! Que boa notícia . Obrigada por nos manter informados. Abçs fraternos a todos da amiga Tânia Míriam

    ResponderExcluir
  19. Graças a Deus!
    Soube ontem pelo G1 que estariam voltando, só não sabia se todos.Beth Serra e Nilma Lacerda também?
    Abraços

    ResponderExcluir
  20. Peter

    Tenho pensado em vcs todos os dias. Imaginei que estivessem bem, na medida do possível, mas tb imaginei a angústia das horas de espera e incerteza, que vc terminou por concretizar em palavras em seu post. Espero que logo estejam em casa!

    Um grande abraço para vc e todos que estão aí!

    Glaucia Lewicki

    ResponderExcluir
  21. Olá Peter! Lendo os comentários anteriores fiquei sabendo (e feliz) que já regressaram! Graças a Deus! Embora a situação do Chile - e por que não de nós humanos? - ainda é crítica, sofrida e indefinida... como foi no Haiti... e como é o cotidiano de tantos por esta linda e tão maltratada Terra!... Paz! Muita paz! Precisamos mentalizar e fazer acontecer! Thelma Regina

    ResponderExcluir
  22. Olá Peter! Lendo os comentários anteriores fiquei sabendo (e feliz) que já regressaram! Graças a Deus! Embora a situação do Chile - e por que não de nós humanos? - ainda é crítica, sofrida e indefinida... como foi no Haiti... e como é o cotidiano de tantos por esta linda e tão maltratada Terra!... Paz! Muita paz! Precisamos mentalizar e fazer acontecer! Thelma Regina

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.